em destaque

Atirar a toalha

09 de dezembro, 00:30

Rui Rio desistiu de ser Governo e de ser oposição.

Para que serve Rui Rio? Boa pergunta. Em teoria, um líder da oposição deseja ser governo. Só que, para ser governo, é preciso que ele seja líder da oposição.

Rui Rio não está para aí virado – e duas frases despertaram a atenção dos críticos. Primeira: o PSD pode perder uma vez, duas, três, quatro ou cinco; um dia, os portugueses vão depositar os seus votos (de pesar) na urna (funerária) do partido. Segunda: se o dr. António Costa cometer dez erros, critiquemos oito ou nove, nunca os dez.

Com menos de um ano de liderança, Rui Rio é uma espécie rara: alguém que desistiu de ser governo e que desistiu também de ser oposição. O que deseja ele, então?

Sim, as migalhas que António Costa dispensar, caso precise de uma muleta à direita. E, como se vê pela sua obsessão suicida, um partido ‘limpo’ de inimigos internos e finalmente reduzido à verdadeira dimensão do seu líder.

comentários

comentar
Faltam 350 caracteres