em destaque

Corrupção e integridade

09 de dezembro, 00:30

É importante lembrar que o dinheiro do Estado é dos contribuintes.

Celebra-se hoje, 9 de dezembro, o Dia Internacional contra a Corrupção. A importância deste dia reside na imperiosa necessidade de alertar para o facto de este ser um problema de todos – somos ágeis a apontar o dedo, o corrupto é sempre o outro, mas em bom rigor, qualquer cidadão, no seu dia a dia pode envolver- -se em situações ilícitas e que podem configurar fraude e corrupção.

O Conselho de Prevenção da Corrupção está incumbido da missão nacional de prevenir a corrupção, nas suas múltiplas e complexas formas. O nosso trabalho consiste, precisamente, em precaver, alertar e informar sobre os riscos críticos em que sempre incorrem os valores e os recursos que, sendo públicos, são de todos e a todos cabe preservar.

Por isso apostamos no aprofundamento da nossa ação nas áreas da educação e da cultura cívicas, desde a educação pré-escolar até ao ensino superior, com o objetivo maior de promover uma cultura nacional de integridade, de transparência e de salvaguarda e boa aplicação dos recursos públicos.

É por isso importante lembrar que o dinheiro do Estado é o dinheiro dos contribuintes – a quota parte do esforço individual e solidário cujo retorno obtemos a partir dos bens e serviços que o País põe ao nosso dispor. Sempre que alguém se deixa corromper há sempre outro que é prejudicado. Se um milhão de pessoas o fizer, as proporções tornam-se gigantescas e estamos a lesar gravemente a toda a sociedade.

Se queremos uma sociedade desenvolvida e próspera, temos todos que viver, todos os dias, os valores da responsabilidade, da legalidade e da integridade.

comentários

comentar
Faltam 350 caracteres