em destaque

Fénix nas mãos certas

16 de setembro, 00:30

António-Pedro Vasconcelos é das pessoas que melhor pensam a cultura.

No dia 21 de Outubro saberemos se o realizador português António-Pedro Vasconcelos foi o vencedor do Prémio Fénix a la Labor Cinematográfica 2018, que será entregue a 7 de Novembro na Cidade do México. A sua candidatura foi apresentada pela Academia Portuguesa de Cinema.

António-Pedro Vasconcelos, nascido em Março de 1939, é das pessoas que melhor pensam os assuntos da cultura em Portugal, tendo uma obra cinematográfica que corresponde ao seu pensamento sobre o que deve ser a relação do cinema com o público.

Para além disso, é um cidadão de rara combatividade, como se viu na luta pela preservação da TAP como companhia nacional. Tudo isso está para além dos combates resultantes da sua conhecida filiação clubística.

Em Dezembro estreará ‘Parque Mayer’, o seu último filme, que é também uma grande produção para a escala da nossa vida cinematográfica.

Já distinguido com o Prémio de Consagração de Carreira da SPA, António-Pedro Vasconcelos deverá ver no Prémio Fénix o reconhecimento e o aplauso internacional por uma obra e uma vida de grande criatividade, combatividade e paixão.

Bem o merece.

comentários

comentar
Faltam 350 caracteres