em destaque

Já vi este filme

15 de setembro, 00:30

Cresce o abismo entre a elite europeia e as populações.

Punir a Hungria de Viktor Órban por violação dos ‘valores europeus’? Parece que sim: os eurodeputados deram luz verde ao processo e os estados-membros, agora, preparam-se para a sentença. É pouco provável que Budapeste perca os seus direitos de voto na UE (os amigos polacos existem para as ocasiões). Mas as consciências finas estão em festa com a lição exemplar.

Por mim, estejam à vontade: ‘democracias iliberais’ nunca fizeram parte do meu cardápio. Gostaria, porém, de acrescentar que o programa de Órban tem sido apoiado pelos húngaros em 8 anos de votações generosas e limpas. O mesmo, aliás, pode ser dito da vizinhança problemática – a Eslováquia, a República Checa, a Polónia ou a Áustria. Haverá chicote para todos?

Mistério. Uma coisa é certa: cresce na Europa um abismo medonho entre a elite ‘europeia’ e a vontade democrática das populações. Este filme não vai acabar bem.

comentários

comentar
Faltam 350 caracteres