em destaque

O mundo está melhor

13 de fevereiro, 00:30

Agita-se muito o estandarte revolucionário, mas uma reforma dá dez a zero a qualquer revolução.

Há 65 anos não bebia café. Bebia, sim, o leite do peito de minha mãe. Vi, a cada dia, o mundo ficar melhor. Hoje, 4ª feira de bica curta, sei que este é o melhor dos mundos em que já vivi.

É verdade, 10% da população vive em extrema pobreza: mas havia 37% há três décadas! Milhões de crianças sobrevivem, agora, à voraz boca do diabo da mortalidade infantil.

Vivemos mais tempo e há telemóveis onde antes a comunicação era zero. Morre-se menos de morte violenta.

Este mundo melhor ganhou-o a humanidade com ciência, tecnologia e trabalho.

Agita-se muito o estandarte revolucionário, mas uma reforma dá dez a zero a qualquer revolução.

comentários

comentar
Faltam 350 caracteres