CMTV
Atualidade

Explosivo de Beirute tinha como destino empresa portuguesa

Substância provocou duas explosões que devastaram a capital libanesa.

Explosivo de Beirute tinha como destino empresa portuguesa
Correio da Manhã|08 de agosto de 2020 às 21:54
As mais de duas mil toneladas de nitrato de amónio que se encontravam num armazém em Beirute e que provocaram duas explosões que devastaram a capital libanesa tinham como destino uma empresa portuguesa.

A notícia é avançada este sábado pelo Público.

De acordo com aquele jornal, a substância destinava-se à Fábrica de Explosivos de Moçambique, propriedade da empresa portuguesa Moura & Silva, sediada na Póvoa de Lanhoso.
Mais Lidas
Guia TV
  • 06:00 RUA SEGURA
  • 06:57 NOTÍCIAS CM
  • 10:10 FALAR GLOBAL
  • 10:29 AQUELA MAQUINA
  • 10:44 SOS DONOS EM APUROS
  • 10:57 NOTÍCIAS CM
  • 11:30 PATA NA POÇA
  • 11:57 NOTÍCIAS CM
  • 12:10 PATA NA POÇA
  • 12:30 CM JORNAL HORA DO ALMOÇO
  • 14:57 NOTÍCIAS CM
  • 15:34 INVESTIGAÇÃO CM
  • No ar NOTÍCIAS CM
  • 16:40 INVESTIGAÇÃO CM
  • 16:57 NOTÍCIAS CM
  • 17:57 JORNAL ÀS 6
  • 18:57 JORNAL AS 7
  • 19:20 PATA NA POÇA
  • 19:45 CM JORNAL 20H
  • 21:57 GOLOS
  • 00:30 NOTÍCIAS CM
  • 02:30 CINEMA CM
  • 03:55 GOLOS
  • 05:00 RUA SEGURA