CMTV
Atualidade

Barulho dos vizinhos leva GNR reformado a disparar para matar em Celorico de Basto

Vítima, de 39 anos, foi atingida no abdómen e ficou em estado crítico.

A carregar o vídeo ...

Paulo Jorge Duarte|11 de agosto de 2020 às 11:14
Furioso com o barulho que os vizinhos estavam a fazer, ao início da noite de domingo, José Alves, de 71 anos, não se ficou por mais uma discussão. Pegou na pistola 7,65mm e seguiu o morador a quem tinha acabado de pedir satisfações. Marco Pereira, de 39 anos, estava ainda à porta da habitação, à espera que os colegas de casa lha abrissem, quando foi atingido com um disparo no abdómen pelo vizinho - um militar da GNR que se encontra reformado e vive sozinho em Celorico de Basto.

A vítima foi rapidamente assistida no local pelos bombeiros locais e pelo INEM e transportada em estado crítico para o Hospital de Padre Américo, na cidade de Penafiel. Esta segunda-feira, o trabalhador da construção civil mantinha-se internado com prognóstico reservado.

A vítima vivia naquela casa, que partilhava com outros operários, há cerca de uma semana. O arguido, indiciado pela prática do crime de tentativa de homicídio, não ofereceu resistência quando foi abordado pela patrulha da GNR de Celorico de Basto. Foi levado para o posto e, posteriormente, detido pelos inspetores da Policia Judiciária de Braga.

Passou a noite nos calabouços e esta segunda-feira à tarde foi levado ao tribunal para ser ouvido em primeiro interrogatório judicial por uma juíza de turno.

Nesse interrogatório, não assumiu a autoria do crime, optando por não prestar quaisquer declarações à magistrada. Foi-lhe aplicada a medida de coação mais grave: fica em prisão preventiva a aguardar julgamento. 
Mais Lidas