CMTV
ATUALIDADE

Dois homens condenados a 25 anos de prisão e mulher a 24 anos por homicídio devido a venda de carro

Irmã e cunhado da vítima vão para a cadeia. Caso em Castro Daire.

Dois homens condenados a 25 anos de prisão e mulher a 24 anos por homicídio devido a venda de carro
Correio da Manhã|13 de maio de 2022 às 15:32
Dois homens foram condenados pelo Tribunal de Viseu a 25 anos de prisão pela morte de Maria Celeste Soares e a irmã da vítima, Alice Silva, condenada a 24 anos.

Maria Celeste Soares, de 53 anos, vendeu um carro à irmã, Alice Silva, de 39, e ao cunhado, António Barros, de 32, mas o negócio não correu bem. O homem chegou mesmo a ameaçá-la de morte caso não devolvesse o dinheiro que tinham pagado pelo veículo. A relação familiar era tensa e a vingança do casal surgiu após saber que Maria Celeste tinha ido ao posto da GNR de Castro Daire para apresentar queixa-crime contra os dois. A queixa não chegou a avançar, mas, nesse dia, a 22 de fevereiro do ano passado, Alice e António decidiram "tirar a vida a Maria Celeste", lê-se na acusação consultada pelo CM. Tiveram ajuda de um amigo, Afonso Reis, de 48 anos, e os três vão ser julgados por homicídio.

Já durante a madrugada do dia seguinte, 23 de fevereiro, o trio avançou com o plano estipulado e esperou que Rui Esteves, companheiro de Maria Celeste, saísse de casa para trabalhar. Entre as 06h00 e as 06h30, António Barros e Afonso Reis entram na casa da vítima, em Lamelas, Castro Daire, com uma caçadeira de cano longo e calibre 12, munida com pelo menos três cartuchos. Alice ficou no exterior a vigiar caso alguém se aproximasse do local.

Segundo a acusação do Ministério Público, os dois homens encontram Maria Celeste a dormir no quarto. É então que Afonso, a uma distância não superior a um metro, dispara dois tiros contra a vítima, que a atingem no peito. De seguida, encosta uma almofada ao corpo de Maria Celeste e faz mais um disparo, na zona das costas.

Alice entrou depois na casa e o trio remexeu as gavetas, roubando vários objetos em ouro, entre fios, brincos e anéis. Colocaram-se depois em fuga. Só em maio do ano passado é que o trio foi detido pela Polícia Judiciária e está desde então em prisão preventiva.
Mais Lidas
Guia TV
  • 06:00 NOTÍCIAS CM
  • 09:08 MANHÃ CM
  • 10:53 JORNAL DE PORTUGAL
  • 12:53 CM JORNAL HORA DO ALMOÇO
  • 14:53 NOTÍCIAS CM
  • 15:08 RUA SEGURA
  • 15:53 NOTÍCIAS CM
  • 16:15 TARDE CM
  • 16:50 DIRETO CM
  • 17:18 MERCADO
  • 18:57 JORNAL AS 7
  • 19:45 CM JORNAL 20H
  • 21:30 INVESTIGAÇÃO CM
  • No ar LIGA D´OURO
  • 00:30 JORNAL DA MEIA-NOITE
  • 01:30 NOTÍCIAS CM
  • 02:20 HORA RECORD
  • 02:30 INVESTIGAÇÃO CM
  • 02:53 INVESTIGAÇÃO CM
  • 03:12 INVESTIGAÇÃO CM
  • 03:38 LIGA D´OURO