CMTV
Atualidade

Família de homem morto no SEF aceita decisão de provedora e desiste de indemnização

Ihor morreu há exatamente dez meses, vítima de espancamento por parte de inspetores do SEF.

Família de homem morto no SEF aceita decisão de provedora e desiste de indemnização
A família de Ihor, o homem morto nas instalações do SEF a 12 de março de 2020, aceitou a decisão de provedora e desiste de indemnização contra o Estado.

A informação avançada pelo jornal Público, dá conta que o valor proposto foi um pouco inferior a um milhão de euros, mas a família de Ihor Homenyuk aceitou.

Recorde-se que Ihor morreu há exatamente dez meses. Luís Silva, um dos três inspetores do SEF que responde por homicídio qualificado, foi apanhado pelas câmaras de videovigilância a aproximar-se da sala onde estava Ihor Homeniuk, empunhando um bastão extensível. Terá sido uma das armas usadas para matar o cidadão ucraniano que foi violentamente espancado durante mais de vinte minutos. Às 08h32 da manhã de dia 12 de março - Ihor morreu pouco depois das 16 horas.

As imagens reveladas pelo CM mostram também Bruno Sousa a entrar na mesma sala, levando umas algemas. Luís Silva ainda sai depois para ir buscar algemas de pano e o terceiro arguido - Duarte Laja - entra depois na mesma sala.
Mais Lidas
Guia TV
  • No ar NOTÍCIAS CM
  • 11:57 CM JORNAL HORA DO ALMOÇO
  • 14:57 NOTÍCIAS CM
  • 16:59 GOLOS
  • 18:40 DUELO FINAL
  • 18:45 CM JORNAL 20H
  • 20:14 GOLOS
  • 21:55 DUELO FINAL
  • 22:00 PÉ EM RISTE
  • 00:57 RUA SEGURA
  • 01:57 NOTÍCIAS CM
  • 02:30 CINEMA ERÓTICO
  • 03:35 PÉ EM RISTE
  • 05:00 RUA SEGURA