CMTV
Atualidade

MP pede 18 anos de prisão para mulher que esfaqueou até à morte a ex-companheira no Porto

Defesa de Ana Miranda alegou que a mulher teve um surto psicótico e que o ato cometido não foi pensado.

MP pede 18 anos de prisão para mulher que esfaqueou até à morte a ex-companheira no Porto
Ana Silva Monteiro|12 de janeiro de 2022 às 11:21
O Ministério Público (MP) pediu uma pena de 18 anos de prisão pelos crimes de violência doméstica e homicídio qualificado para Ana Miranda que esfaqueou até à morte a ex-companheira em março de 2021, no Porto. 

A defesa alegou, no tribunal de São João, no Porto, que a mulher teve um surto psicótico e que o ato cometido não foi pensado. 
Ana Miranda andava a ser seguida por uma psicóloga. A arguida não conseguia ultrapassar o fim do casamento e chegou a dizer a familiares que se matava. "Emocionalmente ela estava muito instável. Dizia que queria melhorar para conseguir reatar o relacionamento. Dizia muitas vezes: ‘Sem ela, a minha vida não faz sentido’", explicou a psicóloga da arguida, que a acompanhava antes de cometer o crime, em tribunal.

Catarina Gonçalves, de 25 anos, foi esfaqueada 12 vezes e quase degolada pela ex-companheira, na rua junto a sua casa. Entre as duas eram conhecidas várias discussões.
Mais Lidas
Guia TV
  • 06:00 NOTÍCIAS CM
  • 09:08 MANHÃ CM
  • 10:53 JORNAL DE PORTUGAL
  • 12:53 CM JORNAL HORA DO ALMOÇO
  • 14:53 NOTÍCIAS CM
  • 15:08 RUA SEGURA
  • 15:53 NOTÍCIAS CM
  • 16:15 TARDE CM
  • 16:50 DIRETO CM
  • 17:18 MERCADO
  • 18:57 JORNAL AS 7
  • 19:45 CM JORNAL 20H
  • 21:30 INVESTIGAÇÃO CM
  • 21:53 LIGA D´OURO
  • 00:30 JORNAL DA MEIA-NOITE
  • 01:30 NOTÍCIAS CM
  • 02:20 HORA RECORD
  • 02:30 INVESTIGAÇÃO CM
  • 02:53 INVESTIGAÇÃO CM
  • 03:18 REPORTAGEM CM
  • 03:45 LIGA D´OURO