CMTV
Atualidade

Número de mortos por coronavírus sobe para 43 em Portugal. Já há 2995 infetados

Ministério da Saúde anunciou que o País vai entrar na "fase de mitigação" a partir de quinta-feira.

A carregar o vídeo ...

O número de mortos por coronavírus em Portugal subiu esta quarta-feira para 43. No boletim disponibilizado pela Direção Geral de Saúde (DGS) pode ver-se que o número de infetados subiu para 2995. O documento, que regista mais 10 mortes do que os dados revelados na terça-feira, indica que estão confirmadas 20 mortes na região Norte, 10 na região Centro, 12 na região de Lisboa e Vale do Tejo e uma no Algarve.

No boletim disponibilizado esta quarta-feira pela DGS foi ainda revelado que o total de casos suspeitos subiu para 21155 e o número de recuperados mantém-se o mesmo que ontem, 22. A aguardar resultado laboratorial encontram-se ainda 1591 pessoas. Estão nos cuidados intensivos 61 pessoas de um total de 276 internados.

Todas as vítimas mortais por coronavírus em Portugal tinham idade acima dos 49 anos.

Segundo os dados da DGS, Lisboa, Porto e Maia são os concelhos com mais infetados em Portugal.

Foi momentos depois de terem sido divulgados estes novos dados que o Ministério da Saúde anunciou, em conferência de imprensa, que o País vai entrar na fase de mitigação do coronavírus a partir das 00h00 desta quinta-feira.

O Governo alertou que Portugal vai entrar na "fase mais crítica" da batalha contra a Covid-19 e é exigida, por isso, uma responsabilidade acrescida a todos os portugueses.

Ao longo da conferência de imprensa que se realizou esta quarta-feira, a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, respondeu a várias questões, muitas delas relacionadas com lares e utentes dos mesmos. Graça Freitas explicou que nesta nova fase, os lares "de qualquer localidade, passam a poder recorrer ao setor privado para fazer testes". Além de recorrem ao setor privado, as instituições podem recorrer aos hospitais públicos ou ao INEM, mas com o surgimento desta nova fase, "a oferta de testes fica alargada ao público e ao privado".

A Diretora-Geral da Saúde explicou que nesta fase é importante ter em conta o cordão sanitário. Quando surgirem casos positivos em lares, é necessário "separar as pessoas positivas das não positivas". 

Transmissão comunitária do vírus existe mas está controlada

A diretora-geral da Saúde admitiu que Portugal tem transmissão comunitária do vírus que provoca a doença da covid-19, mas assegurou que não está descontrolada.

"Temos transmissão comunitária, não exuberante, não descontrolada, mas temos", afirmou hoje Graça Freitas na conferência de imprensa diária que se realiza no Ministério da Saúde, em Lisboa.

A diretora-geral da Saúde disse ainda que a partir da meia-noite desta quarta-feira vai entrar em funcionamento um novo plano para abordar a covid-19.

"Vamos passar das medidas da fase de contenção para as medidas da fase de mitigação. Como em todas as mudanças, a fase de transição pode ter alguma turbulência" porque "não se muda de paradigma assistencial de um dia para outro sem que exista turbulência".

A partir das 00h00 hospitais e centros de saúde vão ter que se adaptar a novas regras para responder a esta fase.

Recorde que Portugal, onde os primeiros casos confirmados da Covid-19 foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00h00 de 19 de março e até às 23h59 de 02 de abril.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 19.000 morreram.

Em atualização

Mais Lidas
Guia TV
  • 06:00 NOTÍCIAS CM
  • 11:57 CM JORNAL HORA DO ALMOÇO
  • 14:57 NOTÍCIAS CM
  • No ar JORNAL AS 7
  • 19:45 CM JORNAL 20H
  • 21:10 INVESTIGAÇÃO CM
  • 21:57 ESPECIAL INFORMAÇÃO
  • 23:57 RUA SEGURA
  • 01:30 NOTÍCIAS CM
  • 02:30 CINEMA ERÓTICO
  • 04:30 RUA SEGURA